Wednesday, March 29, 2006

As Nossas Tendências de A a Z - Z aka as The End ;)

Zen – é o nome japonês dos ensinamentos budistas Mahāyāna, practicado originalmente na índia como Dhyana, que depois ficou conhecido no Vietname como Thiên e na China como Ch’na, e que depois aparece na Coreia como Seon, e consequentemente o faz chegar ao Japão. O Zen enfatiza o papel da meditação (zazen) para atingir o estado de iluminação pessoal em beneficio dos outros atravez da compaixão. Como é considerado uma practica simples para a maior parte dos ocidentais, o zen não é de facto mais do que uma forma de budismo não sendo no entanto uma religião. Só no ultimo século é que o Zen começou a ser visto pelos ocidentais como uma filosofia, uma forma de vida, de trabalho, uma forma de arte, etc. Ainda assim, esta visão não é partilhada pela maioria dos seguidores desta filosofia no seu pais de origem. Mais do que tudo o resto, a nós agrada-nos a possibilidade de podermos seguir a corrente, e tentarmos seguir a filosofia, começando nas atitudes…

Image hosting by Photobucket

Zaha Hadid – estudou arquitectura na Architectural Association desde 1972 e ganhou o premio diploma em 1977. Depois torna-se sócia do Office for Metropolitan Architecture, ao mesmo tempo que começa a leccionar na AA com Rem Koolhaas e Elia Zenghelis (dos OMA), sendo que mas tarde cria o seu atelier na AA até 1987. A partir daí trabalha com Kenzo Tange na Graduate School of design, na Universidade de Harvard, com Sullivan na Chicago School of Architecture, assume o lugar de professora convidada na Hochschule für Bildende Künste in Hamburg, na Knolton School of Architecture no Ohio, e no Masters Studio at Columbia University, NY, bem como em muitos outros sítios. Hadid concorre também a inúmeros concursos de arquitectura donde se destacam os projectos: The Peak, Hong Kong (1983), Kurfürstendamm, Berlim (1986), Düsseldorf Art and Media Centre (1992/93), Cardiff Bay Opera House, Wales (1994), Thames Water/Royal Academy Habitable Bridge Competition (1996), the Contemporary Ars Center, Cincinnati (1998), University of North London Holloway Road Bridge (1998), the Centre for Contenporary Arts, Roma (1999) e o Bergisel Ski-jump in Innsbruck, Austria (1999). Outras competições incluem estudos urbanos de grande escala para Hamburgo, Madrid, Bordeaux e Colonia, entre outros. O trabalho construído da arquitecta ganha adeptos entre as academias e o publico em geral. Os seus trabalhos mais aclamados são a Vitra Fire Station, e o pavilhão LFone em Weil am Rhein (Alemanha), um projecto habitacional para os IBA-Block 2 em Berlim, e mais recentemente o Millenium Dome, em Londres. Zaha Hadid foi escolhida para ser a primeira mulher a ganhar o Premio Pritzker de arquitectura em 2004, pelo seu trabalho inovador a nível de design, de urbanismo, interiores e mobiliário. Uma das "Ladys" da nossa arquitectura. Gostamos mais do que tudo da atitude.

Image hosting by Photobucket

Zzzzzzzz – o sono, as insónias ou as noites a dormir que nem pequenos ursos…

Image hosting by Photobucket

As Nossas Tendências de A a Z - X

X-Acto – segundo a definição da Wikipedia é uma faca utilitária, também podendo ser definida como uma pequena e afiada lamina, montada em forma de caneta, usada normalmente para trabalhos manuais. Sim, pois claro… e quem é que diz o contrario? Nós só dizemos é que não sabemos viver sem ele ;)

Image hosting by Photobucket

X – o factor que marca a diferença… onde anda ele? Toda a gente tem, nem que seja em potência, tem é que ser procurado ;)
Xicara - é um pequeno recipiente em forma de taça com uma pega que a permite sustentar com o polegar e um ou dois dedos. Destina-se a servir bebidas como chá, café, leite, chocolate, entre outras, sendo que existem formatos e medidas apropriadas para cada tipo de bedida. Por exemplo, as xícaras de café são mais pequenas que as de chá. Tal não impede, contudo, que se utilizem também as xícaras como medidas para ingredientes em receitas culinárias. A xícara costuma vir acompanhada do respectivo pires formando um conjunto. Habitualmente, as xícaras são decoradas com motivos tornando-as, em alguns casos, autênticas obras de arte e objectos de colecção por apreciadores.


Image hosting by Photobucket

Tuesday, March 28, 2006

Dia Internacional do Centro Histórico

Sempre a Arquitectura....

Uma fachada ondulante que proporciona ao edifício um dinâmismo gritante e uma imagem expressiva, acentuada pela
cor prateada do alumínio que combinada com a constante mudança da incidência de luz cria uma identificação em permanente mutação ao bloco 16 sugerindo uma enorme criatura em movimento.
Se existe expressividade no desenho da arquitectura ela está aqui.Não concordam???

Image hosting by Photobucket

Image hosting by Photobucket
Bloco 16 nickname "The Wave"-Designed by OMA-(Almere) Holanda




Monday, March 27, 2006

Sounds that remind.... Summer!


Este projecto começa quando o guitarrista brasileiro Ecio Parreira e o productor Rio (da Bluefish records) trabalham juntos num album de Bossa Nova da cantora Diana Miranda. Durante a gravação deste album, Ecio e Rio descobrem que são capazes de re-arranjar sempre "ao estilo" Bossa Nova diferentes tipos de musica.
Rio começa então a trabalhar no projecto Eldissa com a ideia de remisturar os seus estilos favoritos de musica, disco e soul, com a Bossa Nova, sempre com um toque de Lounge.
Depois de escolherem as musicas com que queriam começar, Ecio e Rio passaram muitas horas até encontrar a melhor abordagem, os melhores acordes e principalmente as melhores cantoras.
Que fazem deste projecto uma abordagem unica com uma sonoridade especial.

A mim lembra-me claramente o verão... E eu gosto :)

Sunday, March 26, 2006

Pedidos para amanhã...


E que tal um dia de sol??

Estamos a precisar de descontrair... ;)

Thursday, March 23, 2006

Festa!!!!!!

Hoje é dia de dar os parabéns á princezinha Chavininha!!!iiiuuuuupppppiiii!!!!:)

Wednesday, March 22, 2006

Mais Comemorações Importantes



Dia Mundial da Água

Dia da Poesia

De entre muitos outros poetas possiveis para celebrar este dia, escolhemos a Adilia Lopes...

Adormecer
( com algumas coisas de Maria Tereza Horta)

Preciso de te tocar
caule
gato
corda
mão
abraço-te
a tua roupa
tu
não te divulgo
o teu nome
os teus olhos azuis
a tua gentileza
espero que os partilhes
com alguem querido
como os partilhaste
comigo
amante querido
que não perco
que não deito fora
os meus amantes
não são Gillettes
(não são de usar
e deitar fora)
embora eu seja
uma poetisa pop
e não tenha amantes
gosto de adormecer
a lembrar-me de ti
de como me sorrias
de como me olhavas
se os meus poemas
contribuiram para isso
são excelentes

Tuesday, March 21, 2006

Dia do Sono


Já dizia o senhor Leonardo da Vinci:

“A well-spent day brings happy sleep”

Não é que seja o que acontece sempre, mas de facto, o sono é fundamental (nem que seja quando sentimos a falta dele) :)

Dia da árvorezinha!!!!


Image hosting by Photobucket
É o Homem que se deve adaptar á natureza e não a natureza ao Homem.

Qual é a parte que ainda não perceberam???

...dou corda aos sapatinhos!!!

Não tenho qualquer paciência para relacionamentos sufocantes...não sei se é trauma dos problemas respiratórios que acompanharam a minha infância de perto.
A realidade é que fujo a 7 pés sempre que se põe a possibilidade de me sentir sufocada!!!

Sunday, March 19, 2006

Café?...


Image hosting by Photobucket



...Ou não café??? Estou indecisa :S

Friday, March 17, 2006

Á 5ª feira....


Image hosting by Photobucket
Depois de 3 tentativas fracassadas...optamos pelo "La máfia"..que se revelou uma agradável surpresa com direito a serenata italiana, num ambiente intimista e descontraído ao bom estilo Siciliano.

Tuesday, March 14, 2006

Public Affair

No Proximo Outono, está pronto o projecto da Denton Corker Marshall em Brisbane City, Australia foi desenhado para ser um importante centro social e cultural para a cidade, onde o piso terreo é dedicado e dominado ao dominio publico.
A Torre assenta 6 pisos acima do chão, abrindo o nivel da rua de forma a torna-lo de uso publico e num open space. A biblioteca assenta em 4 edificios mais baixos, que fornecem elementos de cor à praça.
Ao nivel mais baixo, comercio e restauração servem o publico, havendo duas secções diferentes na torre: as barras amarelas separam os 10 primeiros pisos dos outros, que são caracterizados por placas perfuradas de brise soleils que cobrem a fachada de vidro, demarcando a parte dos escritorios.
Localizado numa posição urbana privilegiada é uma porta de entrada na cidade que tem agora um edificio que a distingue das demais.

Monday, March 13, 2006

Sunny Day, Monday...

Can't you see that its just rainingAin't no need to go outside...But Baby,You hardly even noticeWhen I try to show you thisSong is meant to keep yaFrom doing what your supposed toWaking up too earlyMaybe we can sleep inI'll make you banana pancakesPretend like its the weekend nowAnd we can pretend it all the timeCan't you see that its just rainingAin't no need to go outsideJust maybe,like an ukeleleMommy made a babyReally dont mind the breakfast'Cause your my little ladyLady lady love me'Cause I love to lay here lazyWe could close the curtainsPretend like there's no work outsideAnd we can pretend it all the timeCan't you see that its just rainingAin't no need to go outsideAin't no need aint no needMmmm MMmmmCan't you see cant you seeRain all dayAnd I don't mind.The telephone is singingRinging its too earlyDon't pick it upWe don't need to we got everythingWe need right hereAnd everything we need is enoughJust so easyWhen the whole world fits inside of your armsDon't really need to pay attention to the alarmWake up slow,yeah wake up slowYou hardly even noticeWhen I try to show you thisSong is meant to keep yaFrom doing what your supposed toWaking up too earlyMaybe we can sleep inI'll make you banana pancakesPretend like its the weekend nowAnd we can pretend it all the timeCan't you see that its just rainingAin't no need to go outsideCan't you see cant you see,You gotta wake up slow - Banana Pancakes, Jack Johnson

Ouve lá, oh Jack, e casa da Musica? não? ;)

Saturday, March 11, 2006

Sabado de (quase) sol


E nós vamos passear...

Thursday, March 09, 2006

Resiliência???

O último conceito importado da física, e aplicado ao mundo da gestão e
da estratégia atende pelo nome de "resiliência".


No universo da física este termo traduz a capacidade que um corpo tem de resistência ao choque, ou seja, de ter flexibilidade, pois quando submetido a uma ou várias forças energéticas sofre a acção dos mesmos e, após o término da força, reage voltando ao seu estado normal.

No domínio das ciências humanas a resiliência passou a designar a
capacidade de se resistir flexivelmente á adversidade, utilizando-a
como fonte para o desenvolvimento organizacional, pessoal,
profíssional e social.Implica um conjunto de respostas que revela a
capacidade de percepcionar,interpretar e dar significado ás
experiências pessoais de vida, encarando-as não como problemas mas
como desafios merecedores de um investimento pessoal.E revelam-se em estratégias ajustadas e flexíveis para lidar com os desafios do
dia-a-dia, ou seja,a capacidade de gestão.



Retirado da revista Exame (Fevereiro 2006)

Groovin' Down The House

"Now let me start this,if home is where the heart isWith her I feel at home even when we're apart it'sStrange but I can feel her presence beside meSo in a sense one could say that she guides meNow I'm remembering the first time I saw herFeeling this vibe,or whatever,let's say auraBut I never would have thought,see I never could have knownOutta one chance glance all this could have grownAnd that's the beauty of it you see it grows and it's naturalWhat can I say in every way we're compatibleTalk is cheap at times we don't speakCos we're engrossed in thoughts that are deepIt's like two hearts,two minds,two bodies,two soulsMaking one whole,now it's gotta be toldThat what we have is more than just physicalDon't be so cynical,we got a spiritual loveFeels so naturalMore than physicalSpiritual loveFeels so naturalMore than physicalSpiritual loveWe got a love I can trust let me tell you 'bout usUnderline the word love and see it ain't about lustIt's spiritual love oh,what a feelingImpossible to measure it, one can only treasure itSort of like a legacy,maybe it's my destinyMaybe it's a test of me,to bring out the best in meWho knows,who cares,all I know is that there'sA reason for everything and whatever fate may bringSee I didn't plan this some don't understand thisThey try to play the role of thinking that's what a man isTo me she's more than just a fashion accessoryAnd I'll protect her by any means necessaryTwo hearts,two minds,two bodies,two soulsMaking one whole,now it's gotta be toldThat what we have is more than just physicalDon't be so cynical,we got a spiritual loveFeels so naturalMore than physicalSpiritual loveFeels so naturalMore than physicalSpiritual love" Urban Species-Spiritual Love

Wednesday, March 08, 2006

Dia Internacional da Mulher

Image hosting by Photobucket

Monday, March 06, 2006

As Nossas Tendências de A a Z - V

Ver – observar, ter a noção das coisas, dos espaços, das pessoas… é preciso ver bem as coisas sempre, embora isso às vezes seja quase impossível, a vida cria artefactos estranhos que nos enturvam os olhos… mas tentaremos ver sempre tudo com clareza e objectividade.
Image hosting by Photobucket
Versátil – tentar o mais possível, em tudo na vida… e sabem, depois de nos habituarmos não é assim tão difícil :) alias, difícil é depois regressar ao padrão se é que alguém algum dia fosse querer isso…
Vértice - O ponto cuminante. (geometria) Ponto comum a duas ou mais rectas. (teoria dos grafos). Elemento ao qual se ligam as arestas. Geralmente representado por um ponto. O ponto onde se encontram duas ou mais rectas formando um ângulo. The limit.
Image hosting by Photobucket
Viajar –ir, ver, conhecer andar de um lado para o outro… viajar nem que seja no sofá… mas temos que ir para algum sitio, não? Ultimamente andamos a preparar uma ou outra viagem para outros sítios… e viajamos imenso sem sair do sitio…claro que nem nas viagens há total consenso… mas também se houvesse não havia piada :)
Image hosting by Photobucket
Verão – nunca mais chega L por causa do calor, do sol, da praia e do quentinho bom… ah! E claro que as pessoas ficam com um ar mais saudável!
Vítor Baía – Nasceu a 15 de Outubro de 1969, em S. Pedro da Afurada, Gaia. Depois das já conhecidas historias que o levaram ao FCP, mantem-se o guardião das redes do nosso clube, mesmo tendo passado pelo Barcelona de 1996-1999. Começa a jogar na selecção A a 20 de Dezembro de 1990, sendo que os únicos troféus que faltam no seu extenso palmarés são precisamente os que dizem respeito à selecção Nacional. Tem perfil de líder e de vencedor, e ainda no ano passado foi considerado o 8º melhor guarda-redes do mundo, primeiro em Portugal… (pois, deve ser por isso que não é chamado à selecção nacional…) Haveria muito mais para dizer sobre Vitor Baia, mas provavelmente não íamos ter tempo, nem espaço que chegue, daí que achámos melhor que fique a imagem.

Image hosting by Photobucket

Friday, March 03, 2006

Quase fim de semana...



E acho que vai estar a chover
:(

Thursday, March 02, 2006

Guggenheim-México

Com o propósito de separar o urbano do natural e criando um projecto para o povo de Guadalajara e para o mundo.
Image hosting by Photobucket
Museo Guggenheim Guadalajara, Jalisco, México / TEN Arquitectos

Wednesday, March 01, 2006

As Cores, sempre as cores... :) Ou uma pequena noção de feng-shui ;)

Vermelho: O vermelho é relacionado ao elemento fogo, ao verão. É a cor do sangue e por isso também está relacionado à vida e à força e energia vital máxima. Esta é uma cor Yang e por isso, o ideal é que seja utilizada em ambientes que tenham como objetivo a interação entre pessoas como a sala de estar, a sala de TV, ou mesmo a sala de jantar. De forma geral, não é recomendado o uso de vermelho: no WC: Além deste ser um local Yin por natureza, é ligado ao elemento água; na cozinha: este ambiente já é muito Yang, a colocação da cor vermelha pode causar desequilíbrios, assim deve-se fazer uma uma análise; nos quartos: o objetivo deste local é promover tranquilidade e repouso, por isso o ideal é o uso de cores mais suaves.
Amarelo: Apesar de o amarelo estar relacionado ao elemento terra, também é uma cor Yang. O amarelo representa a luz do Sol e o brilho do ouro.O seu uso melhora a concentração e a facilidade de comunicação. A cor amarela, assim como a vermelha, deve ser utilizada em ambientes Yang como a sala de estar. Também é necessário evitar seu uso em WC e quartos. Já na cozinha o amarelo pode ser utilizado em detalhes ou numa das paredes.
Laranja: A cor laranja está situada entre o elemento fogo e o elemento terra, portanto,tem um pouco das características dos dois elementos. Também é uma cor Yang e segue as recomendações feitas para o uso da cor amarela. A diferença é que o laranja, com o devido cuidado, pode ser aplicado nos quartos, principalmente de adultos e de preferência na parede atrás da cama.
Azul: A cor azul está relacionada ao elemento água e remete-nos a natureza, seja no céu ou no mar. O azul, quando usado de forma doseada, proporciona-nos tranquilidade, porém, se usado em demasia pode favorecer a introspecção e isolamento. Deve-se usar o azul em ambientes que visem descanso e tranquilidade, como quartos e sala de meditação. De forma geral, não é recomendado o uso de azul em: Salas de estar, de TV e de jantar: a cor azul é Yin e não propicia ou facilita a comunicação e a interação entre pessoas, por isso não é recomendado o seu uso em ambiente Yang, como os citados; Cozinha: este ambiente é Yang e relacionado ao elemento fogo, assim o uso de azul pode significar a redução do "fogo", ou seja, a diminuição da energia vital do ambiente, da casa e de seus moradores.
Preto: A cor preta relaciona-se ao elemento água e é o símbolo do máximo Yin. Por isso mesmo, seu uso em paredes não é recomendado para ambientes internos.
Verde: O verde é ligado ao elemento madeira e a primavera. Representam o crescimento, desenvolvimento, natureza e saúde. A cor verde pode ser utilizada com bastante liberdade em todos os ambientes da casa, independente de sua função. Neste caso, deve-se apenas tomar cuidado para colocar tons suaves de verde nos ambientes como quarto e cozinha, podendo nas salas utilizar tons mais brilhantes.
Branco: A cor branca é relacionada ao elemento metal e nos remete a pureza, limpeza, e abertura para novas possibilidades e oportunidades, assim como uma tela em branco esperando para se pintada. A cor branca pode ser utilizada com total liberdade em toda a casa, tanto externamente como nos ambientes internos. Essa é a cor escolhida pela maioria das pessoas tanto para ambientes residenciais como profissionais. O único detalhe que deve ser observado é a procura pela utilização da cor branca sem brilho em ambientes Yin (quarto, WC, etc.) e com brilho em ambientes Yang (sala TV, cozinha...)

É importante compreender as características de cada cor para poder usá-la corretamente, além disso é necessário observar que as cores podem ter tanto significados positivos quanto negativos, dependendo de sua intensidade, local e forma de aplicação no ambiente.

replace-this-line-with-TrueFresco-Referrer-Feed-you-are-using-now

referer referrer referers referrers http_referer The WeatherPixie on-line Estou no Blog.com.pt



Listed on BlogShares eXTReMe Tracker Last Comments Add-On by LastHalo