Thursday, June 30, 2005

Arqui.... sons...

Image hosted by Photobucket.com
MVRDV - On Cross
"Architecture is music in space, as it were a frozen music" - Friedrich von Schelling

Pleasure Colors...

"Pink is the color of romance and a friend tells me that the girl with the pink dress at the party is the one who is selected for each dance."

Alfred Carl Hottes
Image hosted by Photobucket.com

Um dia, alguém, ainda me vai conseguir explicar o fascínio masculino pelo rosa...

Wednesday, June 29, 2005

The World...

The word is about,theres something evolving,whatever may come, the world keeps revolving...They say the next big thing is here,that the revolutions near,But to me it seems quite clearthats its all just a little bit of history repeating.The newspapers shout a new style is growing,but it dont know if its coming or going,there is fashion, there is fadsome is good, some is badand the joke rather sad,that its all just a little bit of History repeating....and Ive seen it before...and Il see it again...yes Ive seen it before...just little bits of history repeating Some people dont dance, if they dont know whos singing,why ask your head,its your hips that are swingingLifes for us to enjoywoman,man,girl and boy,feel the pain, feel the joyaside set the little bits of history repeating...just little bits of history repeating ...and Ive seen it before...and Il see it again...yes Ive seen it before...just little bits of history repeating...
Image hosted by Photobucket.com

Tuesday, June 28, 2005

Gato é cão que não reconhece o dono.

Chuva.....

Image hosted by Photobucket.com

Ma chambre a la forme d'une cageLe soleil passe son bras par la fenêtreLes chasseurs à ma porteComme des petits soldatsQui veulent me prendreJe ne veux pas travaillerJe ne veux pas déjeunerJe veux seulement oublierEt puis je fumeDéjà j'ai connu le parfum de l'amourUn millions de rosesN'embaumeraient pas autantMaintenant une seule fleurDans mes entouragesMe rend maladeJe ne veux pas travaillerJe ne veux pas déjeunerJe veux seulement oublierEt puis je fumeJe ne suis pas fière de çaVie qui veut me tuerC'est magnifiqueEtre sympathiqueMais je ne le connais jamaisJe ne veux pas travaillerJe ne veux pas déjeunerJe veux seulement oublierEt puis je fumeJe ne suis pas fière de çaVie qui veut me tuerC'est magnifiqueEtre sympathiqueMais je ne le connais jamais. Pink Martini

Monday, June 27, 2005

Momento Zen...

Image hosted by Photobucket.com

- "Pensamento positivo!!!"

- "Estou-me um bocado nas tintas."

Spas

A Ilha Langkawi da Malásia é rica em cultura, com uma historia que vai até ao antigo Império Persa e Indiano. O novo Resort, o Four Seasons Langkawi, na praia de Tanjung Rhu tem ecos dessas passagens de historia. Influencias mouriscas e Sul Asiáticas são evidentes no interior, com lanternas em ferro, formas geometrizadas e tecidos escuros: é o dramático, e muito impressionante. O design ganha novo requinte nas casas de banho, que proporcionam todos os ingredientes para qualquer tipo de banho, desde o duche ao banho turco.


Image hosted by Photobucket.com

Sunday, June 26, 2005

E o culpado.. foi o Prof . de Construções!

Durante milénios os moais estiveram protegidos do restante da humanidade, pela sua localização perdida no sul do Pacífico. Os habitantes primitivos da ilha contam que, a história dos moais é a mesma história deles, ou seja, vieram de uma ilha fadada a desaparecer sob as àguas. Sempre que contam esta história, passada de geração em geração, dizem que as monumentais esculturas foram transportadas, das bases dos vulcões onde foram construídas, para plataformas artificiais onde efetivamente estão, pelo "mana", poder sobrenatural que o rei possuía, pois bastava que ele olhasse para uma das estátuas e a mesma se levantaria, "pousando" no lugar desejado.
Image hosted by Photobucket.com
Os nativos da ilha mais solitária do mundo, tinham desenvolvido uma escrita própria, independentemente do resto do mundo e até hoje indecifrável. Constituía-se de uma série de sinais, gravados com dentes de tubarão, em tábuas de madeira - as "tábuas falantes", no idioma local.

Se há terra que me fascina ...é esta!

São apenas 18 km2 de terras àridas, originàrias das erupções de quatro vulcões, hoje inativos. Pertencente ao Chile, ela é a porção de terra habitada mais isolada do restante da humanidade, em todo o Planeta.
Image hosted by Photobucket.com
São centenas de homens gigantescos espalhados pela pequena superfície da ilha, ao todo, mais de mil. Têm sempre no rosto a mesma expressão e parecem vigiar os horizontes desde todos tempos, com olhar distante e sereno. Colossais, imponentes, insondáveis. Muito se estudou e se estuda sobre eles e, no entanto, continuam sendo um dos mais inexplicáveis mistérios do planeta Terra.

Sunday...

Image hosted by Photobucket.com

Saturday, June 25, 2005

The only Way is...

Image hosted by Photobucket.com
When you think you're treading water,but you're just learning how to drown.And a song comes on the radio telling you that "The Only Way is Down".You're out of luck,you're out of time,get out of here.Your lover just traded you in for the very same model but a much more recent year.It will not stop,it will get worse from day to day 'til you admit that you're a fuck-up;like the rest of us.Oh,that's the time you fall apart.That's the time the teardrops start & that's the time you fall in love again.Yeah,that's the time you fall in love again.The recreational pursuits that made you shine have worn you thin.And it's oh so fine getting out of your mind as long as you can find your way back in.You want someone to screw your brains outI'd say they're running out of time & they'd only go & cut themselves on the daggers of your mind.This is your future.This is the sentence you must serve 'til you admit that you're a fuck-up like the rest of us.Oh,that's the time you fall apart.That's the time the teardrops start & that's the time you fall in love again.When you've had enough,when you've had too much,when you got knocked down & you never got up.That's the time you fall in love again.Oh,when you walked into the room I could not breathe,I could not speak.Please could I hide myself inside you?As far inside as it's possible to be.Can you assist me?I could not make it on my own.Can I give you all the love I have?It's not much but I'll try & raise a loan.I have no pride left,no,no there is nothing I'm trying to proveNo,I am a fuck-up;just the same as you.Oh,I guess this is where I fall apartAnd I guess this is where the teardrops start but I don't care 'cos I just fell in love again.And I'd had enough-well, far too muchI just fell down,could you please help me up?"Cos if you help me maybe I could fall in love again.Na na na."Pulp - Bob Lind (The Only Way is Down)

Mudanças em Seoul

Kangnam, um dos bairros de Seoul vai ter um dos novos marcos no que diz respeito a arranha-céus. Minsuk Cho, da Mass Studies projectou um arranha-céus de 27 andares. Mas, ao contrario do que é usual em Seoul, este edifício é multifuncional, com espaços de habitação e trabalho requintados, clarabóias e jardins interiores, uma boa forma de mudar a vida destes coreanos :)
Image hosted by Photobucket.com

Friday, June 24, 2005

E agora...

Há vezes, e situações (como nas sms), em que se põe uma pergunta extremamente pertinente...


Ler ou não Ler... Eis a Questão...


Eu direi sempre que ler, mas as vezes mais valia não o fazer...

This Mess Is Where We Live... Whatever.

Image hosted by Photobucket.com

Muito Breve Resumo da noite de Ontem

Image hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.com

Thursday, June 23, 2005

As Nossas Tendências de A a Z - Q

Quioto, Protocolo de - O Protocolo de Quioto é um acordo , entre os vários estados , que visa diminuir substancialmente as concentrações dos principais gases que contribuem para o efeito de estufa tais como o dióxido de carbono, o metano e o monóxido de azoto. O principal objectivo deste acordo é minimizar o efeito de estufa que num futuro próximo poderá acarretar impactos ambientais altamente nocivos ao nosso planeta. Os países aderentes comprometeram-se a reduzir em 5% relativamente a 1990, as emissões de gases que provocam o efeito de estufa (GEEs).Esta redução terá que se efectuar até 2012. Os países que não cumprirem esta directriz irão suportar multas pesadas por cada tonelada de dióxido de carbono emitida em excesso.
A Portugal , a União Europeia impôs apenas a restrição de que a emissão de gases não aumentasse de um valor superior a 27% dos valores das emissões actuais. Os Estados Unidos estão à cabeça e recusam-se ratificar o P.Q. Estas medidas de prevenção execução para cumprir o protocolo terão de passar, certamente, pela vigilância sistemática das empresas poluentes, pelo financiamento da instalação de tecnologias "amigas do ambiente", pela prevenção dos incêndios que vão devastando o nosso parque florestal, pela renovação deste .


Image hosted by Photobucket.com

Quentin tarantino – Nasceu em Knoxville em 1963, mudando-se aos 2 anos de idade para Los Angeles com a mãe, para um bairro , Torrance, onde foi exposto a muitas infuencias pop, como por exemplo filmes de artes marciais.
Abandona a escola aos 17 anos, começando a trabalhar em clubes de vídeo e em cinemas, ao mesmo tempo que começa a estudar teatro e a escrever cenas para representar. Depois de trabalhar como actor com Kevin Smith em “my best friends Wedding”, Tarantino passa vários anos até conseguir fazer o seu primeiro filme, baseado na vida real, escrevendo Reservoir Dogs em 1991, onde também participa como actor. Depois disso, consegue vender os dois projectos que tinha na gaveta: “True Romance” (dirigido por Tony Scott) e “Natural Born Killers” (re-escrito e dirigido por Oliver Stone). Em 1994 dirige Pulp Fiction, que foi multi-premiado, e aclamado internacionalmente, contando com John Travolta, Samuel L. Jackson, e com Uma Thurman, que ele descreve como sendo a “sua actriz”. Depois de uma pausa de 3 anos, escreve e dirige Jackie Brown, em 1997, que recebeu uma nomeação para os óscares, para Actor Secundário. Nos quatro anos que separam Jackie Brown de Kill Bill, Tarantino trabalha num outro argumento, Inglorious Bastards, que foi anunciado como o novo projecto da Miramax.

Image hosted by Photobucket.com

Quotidiano – viver a vida, olhar a nossa volta, sentir as coisas, estar bem ou mal, viver e saber olhar para ele… o normal.
Queremos mais – coisas que me façam bem, coisas que me façam rir, e pessoas que me deixem bem disposta.
Quimono – Para usar um quimono, a mulher tem que mudar a sua forma de andar e de se sentar. Antes disso, ela passa por um verdadeiro ritual para vestir o traje. São poucas as pessoas especializadas nessa arte. Até obter o diploma de kitsuke, esses profissionais passam por um longo período de aprendizado. “A verdadeira arte de vestir o quimono está exatamente na técnica de esconder os detalhes, mostrando apenas a beleza do traje”. Ao longo dos séculos o quimono sofreu várias modificações. A partir da era Meiji (1868-1912.) é que os japoneses começaram a usá-lo da forma como conhecemos actualmente: em ocasiões especiais, como casamento, funeral, recepções, cerimónia do chá e festivais. O quimono é feito a partir de uma peça de tecido de 12 a 13 metros de comprimento por 40 centímetros de largura (medida padrão), cortada em oito partes, costuradas umas às outras. Há vários tipos de quimonos para as mulheres. No caso das solteiras, os trajes possuem cores vivas e bordados mais trabalhados, com fios de ouro e prata. Outro detalhe são as mangas largas e longas (furisode), usadas pelas jovens. Já as senhoras casadas usam quimonos com cores mais sóbrias, bordados mais discretos e as mangas curtas (tomesode). Passado de geração para geração, o quimono acaba se tornando uma relíquia de família. A peça nunca é lavada, devido à delicadeza do tecido, geralmente de seda. Para as solteiras : As mangas são longas e largas. O modelo em estilo somoyo (várias estampas) serve para qualquer época do ano porque possui os símbolos das quatro estações, como galhos de pinheiro, flores de pêssego e crisântemos. Para as casadas: Em estilo susomoyo (desenho na barra), este quimono é indicado para senhoras e é muito usado em casamentos e festas.

Image hosted by Photobucket.com

Constactações Nocturnas e Conjuntas

"Raramente há maus alunos, há sempre, alguns, maus professores"...
Image hosted by Photobucket.com

Wednesday, June 22, 2005

Para que não falte nada na festa ;)

Image hosted by Photobucket.com

Em countdown para o S. João

Image hosted by Photobucket.com
Porque concordamos com a ideia da Crystal e adorámos as ideias do Tarantino, achámos que deviamos participar no concurso de quadras. Então, muito ao nosso estilo, cá vai:

"Foi em Setembro que te conheci,

E nunca mais te vi."

"É impossivel um gajo morrer e

continuar a assobiar uma musiquinha"

E o pensamento final: "Se ao menos Dionisio fosse vivo!!!

Onde é que ele iria comer?"

E ficáva-nos muito mal dizer que não tivemos ajuda! Obrigada Woody, que és uma fonte de inspiração ;)

Tuesday, June 21, 2005

21 Junho

I love you ...maninha!!

Porque Hoje é Dia de Festa....

Image hosted by Photobucket.com



Porque hoje a nossa Lady faz anos!!!!!

Image hosted by Photobucket.com

Porque as estrelas se vão pintar de muitas cores só para ela!!!!!
Image hosted by Photobucket.com
Eu sei que ela vai receber muitas prendas, daquelas boas, coloridas e cheias de laços, e porque eu gosto de te lembrar sempre que gosto muito de ti!!!!!!!

Monday, June 20, 2005

Museus....

Image hosted by Photobucket.com

O projecto para o Museu de Arte Moderna e Contemporânea da cidade de Bolzano foi concebido pelos alemães KSV, e será acabado em 2008. Esta "caixa" em alumínio e vidro levará os visitantes numa viagem que vai da velha cidade até à nova vista para o rio Talvera.

Sunday, June 19, 2005

People

De José da Trino, esse era o seu nome, começou-se a chamar José Agradecido ou Profeta Gentileza. Aquela figura singular de cabelos longos, barbas brancas, vestindo uma bata alvíssima com apliques cheios de mensagens, um estandarte na mão com muitos dizeres em vermelho, que a partir dos inícios de 1970 até a sua morte em 1996 percorria toda a cidade do Rio de Janeiro, viajava nas barcas Rio-Niterói, entrava nos transportes públicos para fazer a sua pregação.
Image hosted by Photobucket.com
A partir de 1980 encheu as 55 pilastras do viaduto do Caju, perto da Rodoviária, com inscrições em verde-amarelo propondo sua crítica do mundo e sua alternativa ao mal-estar de nossa civilização, é uma das incontornáveis figuras, que há em todas as cidades, e que provocam em nós as mais diferentes sensações. Como todos os profetas, sentiu também ele um chamamento divino que veio através de um acontecimento de grande densidade trágica: o incêndio do circo norte-americano em Niterói, no dia 17 de Dezembro de 1961, no qual foram calcinadas cerca de 400 pessoas. Era um empresário de transporte de cargas em Guadalupe e sentiu-se chamado para ser o consolador das famílias dessas vítimas. Deixou tudo para trás, tomou um de seus camiões e colocou sobre ele duas pipas de 100 litros de vinho e, lá junto às barcas, em Niterói, distribuía-o em pequenos copos de plástico, dizendo: ''Quem quiser tomar vinho, não precisa pagar nada, é só pedir por gentileza, é só dizer agradecido''.
Image hosted by Photobucket.com
Interpretou a queima do circo como um metáfora da queima do mundo assim como está organizado, como um circo, pelo ''capeta-capital”, que vende tudo, destrói tudo, destruindo a própria humanidade''. Segundo ele, devemos construir outro mundo a partir da gentileza, o que ele fez em miniatura, transformando o local num belíssimo jardim, chamado ''Paraíso Gentileza''. O quarto aplique de sua bata dizia: ''Gentileza é o remédio de todos os males, amor e liberdade''. E fundamentava assim: ''Deus-Pai é Gentileza que gera o Filho por Gentileza. Por isso, Gentileza gera Gentileza''. Ensinava com insistência: em lugar de ''muito obrigado'', devemos dizer ''agradecido'', e ao invés de ''por favor'', devemos usar ''por gentileza'', porque ninguém é obrigado a nada e devemos ser gentis uns para com os outros e relacionarmo-nos por amor e não por favor.
As suas profecias, que também carregava em tábuas de salvação, despertavam a atenção pelos signos religiosos dos quais se valia e, principalmente, pelo acréscimo de letras nas palavras.
Essa forma singular marcava a apropriação de uma simbologia trinitária e quaternária que ele desenvolvia na sua linguagem de profeta popular:
"O Univvverrsso é a criação conjunta de F/P/E (Pai, Filho, Espírito Santo) em VVV e duplamente participação em RR e SS", era o que dizia assim como para ele o "Amorrr material se escreve com um R, o amor universal se escreve com três R, ou seja, um R do Pai, um R do Filho e o outro R do Espírito Santo - Amorrr".

Image hosted by Photobucket.com

MMS

Image hosted by Photobucket.com

Saturday, June 18, 2005

POOOOP......

Image hosted by Photobucket.com
And so It is, Just Like the Way It Should Be..... (e ainda dizem que a àgua não é terapêutica...)

Porquê...?

Image hosted by Photobucket.com
Há dias assim. Por mais que se tente e que se queira não fazem Pop...

E Novidades?

Image hosted by Photobucket.com

Ingrig Bergman as Hersef - Andy Warhol

"À minha volta, reprovava-se a mentira, mas fugia-se cuidadosamente da verdade."
Simone de Beauvoir

Friday, June 17, 2005

MMS

Image hosted by Photobucket.com

Can You Paint With All The Collors of The Wind...?

Image hosted by Photobucket.com
"I'm wandering round and round nowhere to go I'm lonely in London and London is lonely so I cross the streets without fearEverybody keeps the way clearI know, I know no one here to say helloI know they keep the way clearI am lonely in London without fearI'm wandering round and round here nowhere to goWhile in my eyesGo looking for flying saucers in the skyOh sunday, monday, autumn passe by meAnd people hurry on so peacefullyA group aproaches a policemanHe seems so pleased to please themIt's good at least to live and I agreeHe seems so pleased at least And It's so good to live in peaceAnd sunday, monday years and I agree While my eyes Go looking for flying saucers in the sky I choose no face to look at, choose no wayI just happen to be here and It's okGreen grass, blue eyes, grey sky, god blessSilent pain and happinessI came around to say yes, and I say While my eyes Go looking for flying saucers in the sky" London,london

Thursday, June 16, 2005

Don't Look Back, and Don't Regret...

Image hosted by Photobucket.com
Nan Goldin

As Nossas Tendências de A a Z - P

Paciência – uns dias com mais, outros sem ela, é essencial à convivência e a vida. E quando não se tem é difícil…
Plantas – Verdes, bonitas, com flores… ou melhor, em papel, em DWG, ortogonais ou não, confusas ou claras, não conseguimos viver sem elas.
Porto – a cidade, o espaço, o ambiente, o clube… só sabe quem cá esteve, mas sente mais quem cá mora… acaba por ser uma forma de estar na vida… e já dizia o outro “no porto não se troca a servidão pela liberdade”…

Image hosted by Photobucket.com
Portishead – formados em Bristol, em 1991, provavelmente, os Portishead não inventaram o trip-hop, mas são os responsaveis pela divulgação do estilo, especialmente nos USA. Os portishead criam um som atmosférico, e doce, talvez não tão “avant garde” como Tricky, nem tão dançável como os Massive Attack, escrevendo “pseudo-cabaret pop songs” e subverteram a sua estrutura convêncional com produções experimentais. O seu primeiro album, Dummy de 1994 foi um sucesso inesperado em Inglaterra, que se arrasta ate hoje, e do qual somos absolutamente fãns.
Pj Harvey – Desde 1991, PJ torna-se uma das mais populares artistas do mundo, devido às suas letras provocatórias, às suas melodias e a sua imagem sempre mutável. O seu primeiro grande sucesso foi “To Bring you My Love”, sendo que só em Outubro de 2000, lança o álbum “Stories from the City, Stories from the Sea” que se torna na obra de referência da cantora.
Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com
Pessoa – o poeta, ou no geral, o indivíduo, gostamos muito de ambas as definições.
Paz – a busca pela paz, interior, de espírito, ou mesmo a real… utópica ou não, gostamos da sensação, de estar com ela, e só assim conseguimos viver.

Puffs – adoramos! Coloridos e confortáveis, muitos!!!!!
Prazer – temos que ter sempre em tudo o que fazemos, cada um tem os seus, nos temos os nossos, visíveis ou invisíveis.
Pulseiras – muitas, coloridas, brilhantes… um charme ;)
Image hosted by Photobucket.com
Pintar – sempre e muito, faz bem ao espírito, a alma… mesmo que seja como eu, pintar para sujar ;), seja antes como a Zaza, pintar coisas bonitas e saber como o fazer ;)
Perfumes – porque o cheiro é parte da imagem, porque gostamos de mudar quando mudamos de vida, porque um bom aroma traz recordações agradáveis…
Preto – a ausencia de cor é também importante, alias crucial.
Pontes – não servem são só obras na sua maioria brilhantes, a verdadeira arte de misturar arquitectura com engenharia, mas são também formas de chegar “à outra margem”…
Paixão – é imprescindível para se fazerem as coisas de que se gosta, torna a vida mais fácil, é sempre imprevisível e faz bem à alma.

Image hosted by Photobucket.com
Peter Zumthor – Nasceu em Basileia na Suiça, cedo começa a estudar desenho, abandonando a sua cidade natal para ir para Nova Yorque. No entanto, este aprofundar dos estudos ajuda-o a aumentar a sua admiração pelo artesanal, dai a dualidade presente na sua obra. A sua primeira obra foi a capela de Saint Bennedict numa pequena aldeia do vale de Rhin, que lhe dá o reconhecimento internacional. Apartir daqui surgem obras que mostram Zumthor como um autor capaz de conferir à sua obra uma carga formal incomparável. As suas propostas vão desde a premeditada rusticidade de Saint Benedict, até a solidez das termas de Graubunden em Vals, Suiça.
Image hosted by Photobucket.com

Wednesday, June 15, 2005

In a Kill Bill Mood...

Image hosted by Photobucket.com
"It's the wood that should fear your hand, not the other way around. No wonder you can't do it, you acquiesce to defeat before you even begin."

Pai Mei

Pormenores que fazem sorrir...

Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Mercat d'Santa Caterina - Barcelona Enric Miralles

Tuesday, June 14, 2005

In a PJ Harvey Kind of Mood...

Image hosted by Photobucket.com
I'm walking in the city tonightI'm walking in the city at darkRemembering, remember lightThinking of nothing, and the shooting starsAnd this world tonight is mineA world to be remembered inThink on a faded photographMy hair longer than its ever beenAnd then,the sky lit upThe sky, my friendAnd I'm lighter than I've ever beenI saw the trees crossing the moonI saw the stars in the Heaven aboveShine on my own beautiful prayerShining on my own beautiful loveThe sky lit upAnd I'm dancing with himIn this city and in this townI don't care what he's thinking ofJust take the car, just take my handThe sky lit up PJHarvey - The Sky Lit Up

Shade-Scape

Sempre pronto a mudar a visão mais geral da arquitectura, Michael Jantzen focou-se agora na ideia de abrigo. O "Shade-Scape", uma parte de uma série de estruturas modulares mutáveis, é a nova "forma" de espaço publico ou privado onde as pessoas se podem reunir para comer, estar, tomar café, relaxar, falar... e mesmo aceder à Internet.
Image hosted by Photobucket.com

Declarações estranhas a meio da noite...

Só entendo esta porcaria com desenhos.

Monday, June 13, 2005

Virtual Insanity... It's Where We're Livin' In

Image hosted by Photobucket.com

O Porto está desta cor...

Image hosted by Photobucket.com
Claude Monet - Hoarfrost, near Vétheuil

Luto Indesejado.

Image hosted by Photobucket.com
As palavras

São como um cristal,As palavras.Algumas, um punhal,Um incêndio.Outras,Orvalho apenas.
Secretas vêm, cheias de memória.Inseguras navegam:Barcos ou beijos,As àguas estremecem.
Desamparadas, inocentes,Leves.Tecidas são de luzE são a noite.E mesmo pálidasVerdes paraísos lembram ainda.
Quem as escuta? QuemAs recolhe, assim,Cruéis, desfeitas,Nas suas conchas puras?

Eugénio de Andrade

replace-this-line-with-TrueFresco-Referrer-Feed-you-are-using-now

referer referrer referers referrers http_referer The WeatherPixie on-line Estou no Blog.com.pt



Listed on BlogShares eXTReMe Tracker Last Comments Add-On by LastHalo